Fat Bike: O que é, vantagens e melhores modelos

Se você está procurando uma bicicleta para enfrentar qualquer tipo de terreno, a fat bike pode ser a escolha ideal para você. 

Com pneus mais largos do que as bicicletas convencionais, as fat bikes oferecem maior estabilidade e tração em superfícies irregulares, como areia, neve e lama. 

Essas bicicletas também são conhecidas pelo seu conforto, o que as torna ideais para passeios mais longos.

Mas com tantas opções no mercado, como escolher a melhor fat bike para suas necessidades? 

Neste artigo, vamos explicar o que é, quais os diferenciais e apresentar as 5 melhores fat bikes disponíveis atualmente, levando em consideração fatores como qualidade, preço e desempenho.

Continue lendo.

nYYN2Psfu47hEYfuwizd G5kNZ4vXkC SAAG10I78FSqJXtFbOS pC0RhXt99SZkuPhzy7A3 YAzoI VRTO1uOB8d0uGdH1qZaZhDfwIFOuidOtDMZakHUlS SCe2WOQDE2YkWX cTkVDnKVHufaeTATBHMJjimU2B1WJslwfS4H rwez3QIHHU U VQ

O que é fat bike?

Na tradução literal, Fat Bike significa “bicicleta gorda”.

Essa nomenclatura tem origem nos pneus de largura bem maior que os de uma bike comum.

Só para você ter uma ideia, enquanto normalmente uma MTB tem pneus com largura de duas polegadas, nas Fat Bikes as medidas variam entre 3,7 e 4,8 polegadas.

Esse modelo se tornou popular na década de 1980, sendo adotado inicialmente em terrenos desérticos e em segundo momento nas localidades mais frias. Isso porque os pneus mais largos se adaptam muito bem à neve.

Entretanto é importante salientar que os benefícios dos pneus largos vão muito além da adaptabilidade aos esportes de inverno.

Vale lembrar que, embora o Brasil não apresente um inverno rigoroso, possui uma costa litorânea bem extensa, e as Fat Bikes podem ser ótimas para a areia.

Origem e História das Fat Bikes

As bicicletas de pneus grossos, se destacam não só pela aparência, mas também pela funcionalidade.

Originárias do Alasca e usadas inicialmente nos anos 80 para competições em neve, estas bicicletas ganharam popularidade em diversas regiões do mundo.

ziKorYW5L hsdZQgtD2H9m8hkPl jXoJsu5He8lInyNsbxkLJYq5b79KItQY045dhHnoXH4VWK0 IMS4e5b3bbdO2seU5M1S3WyY3KZvtpsawkfkDUnqLT8YYHvFBUve9t8nt3bd1nLmUlAYP0 R cN0cHtYWo0jmF2mCqaZv92CuD5b

Para que serve a fat bike?

De forma geral, essa é uma categoria de bikes feita para pedalar por qualquer lugar mesmo, sem as dificuldades que os caminhos impõem a outras modalidades.

Por exemplo, seria impossível pedalar de road bike em uma ladeira com pedras, e uma mountain bike não tem muito rendimento no asfalto, com pneus de cravo.

Ou seja, com uma série de peças e construção que visam engolir qualquer obstáculo à frente, essas bikes são para quem quer um bom pedal, com neve, do recreativo à cicloviagem.

Qual é o pneu da fat bike?

Os pneus largos das Fat Bikes são o que mais chama a atenção.

Eles podem ter de 3,7 a 5 polegadas de largura, o que oferece uma tração incrível em terrenos instáveis como areia, lama e neve.

Os pneus com largura acima de 3.0 são os carros-chefes dessa categoria que preza pelo exagero nas rodas, mas sem prejudicar a pedalada e o passeio.

Medidas mais largas ainda, como até 4.5 são usadas em alguns quadros feitos para acoplar esses gigantes de borracha.

Apesar de os pneus de uma fat bike serem imensos, a pressão em cada um é baixíssima, muito inferior às calibragens de pneus de MTB e road bikes.

Na casa de 15 a 25 PSI, um pneu fat, como também é chamado, já está de bom tamanho — e que tamanho.

Para acompanhar pneus tão largos, eles devem vestir aros proporcionalmente imensos.

Os aros de uma fat bike são em sua maioria, de alumínio, pois é um material leve, e eles ainda são furados, para aliviar o peso das rodas.

Como os pneus de um fatbike são imensos, eles ganham volume em aros pequenos, chegando a ficar com o diâmetro quase igual aos aros 29, por exemplo.

Recomendado:  Bike Fit: O que é, como funciona, vantagens e benefícios

vTpEykwjkWRK4tPSiR3LqUZ6nF muQJfUOiLfQYo4OE 1m7wIrQR5A5PLxItDwQd5pkpKqzmuyacEtYoNBCj6jOHKtG jmcXPUjPchCp6V0bz6b87cA54CJbnCwNGAJ7P yP71pdFK3EfyR9tnfadG5vqSs KoglnlSJ6bCShkYjwBPq9LgzCV8Outisrw

Quais são os benefícios da Fat Bike?

As fat bikes carregam muito mais do que pneus largos e a possibilidade de pedalar por diversos lugares.

Elas são parceiras perfeitas por reunirem muitos diferenciais que conquistam facilmente vários públicos de ciclismo: do iniciante ao profissional.

As fat bikes permitem pedalar por mais lugares e por mais estações do ano.

De dunas a curvas, de corridas a recreação.

Os pneus largos tornam estas máquinas extremamente capazes e surpreendentemente divertidas.

Elas são capazes de serem pedaladas em diversos solos, tais como:

Areia: Esse tipo de solo é muito macio para pneus mais finos, seja com cravos ou slick — liso —, mas aumentando sua largura, a fat bike tem mais estabilidade e não “patina” na areia.

Neve: Um dos terrenos mais difíceis de se controlar numa bicicleta, pois o gelo escorrega e está em constante deformação, seja pelo calor, ou porque mais gelo se forma. Mas, uma fat bike dá conta do recado de encarar montanhas de neve, sem passar apuros.

Trilhas: Cascalho, raízes, terra e pedras.

As trilhas são feitas de tudo isso e mais o que tiver pelo terreno, fazendo das mountain bikes, até então, as únicas que o encaravam.

Com as fat bikes, uma trilha pode ser desbravada sem problemas, com o diferencial de serem ótimas para subidas.

Rochas: Terrenos rochosos, tanto de pedras brutas como de barro seco e rachado, são vencidos com as fat bikes, que dão a aderência e a estabilidade para encará-los.

O cuidado que se deve ter é proteger os pneus contra furos, com selantes e fitas anti-furo.

São ideais para cicloviagens, sendo extremamente confortáveis e possuem muita tração.

Quais são os diferentes tipos de Fat Bikes?

Elétricas: com o propósito de unir o melhor das bikes elétricas com a diversão das fat bikes, esse tipo tem motores potentes e são bastante avançados em tecnologia geral de projeto;

Rígidas: feitas para passeios e treinos em qualquer terreno, com a vantagem de ter peso reduzido, já que são de garfo rígido;

Hardtail: com suspensão dianteira, essas fat bikes oferecem um passeio mais esportivo, com o conforto que 100mm a 120mm de curso trazem;

Full suspension: também presentes nas fat bikes, as full suspension servem para treinos pesados, cheios de obstáculos em que “dropar” é de lei;

De fibra de carbono: com quadro e garfo em fibra de carbono, tornando as fat bikes muito leves e facílimas de subir morros, são modelos top de linha.

De aço cromoly: voltadas mais a durabilidade e a resistência que uma cicloviagem e passeios longos exigem;

De alumínio: convencionais, podem ser rígidas, full suspension, hardtail e com todas as variações, feitas com o quadro nesse material leve e resistente.

Antes de você procurar onde comprar uma Fat Bike, confira a nossa lista:

Melhores Marcas e Modelos de Fat Bikes

As Fat Bikes têm ganhado cada vez mais popularidade devido à sua versatilidade e as marcas reconhecidas no mundo do ciclismo entraram nesse nicho, produzindo modelos de alta qualidade.

Aqui estão algumas das melhores marcas e modelos disponíveis no mercado:

Mongoose Malus

É um dos modelos mais baratos, podendo ser encontrado a partir de $449.99.

Trata-se de uma Fat Bike de entrada da marca, possuindo um shifter qie mantém as coisas simples e os freios são confiáveis ​​no inverno, com força de frenagem para mantê-lo na pista o ano todo

Rocky Mountain Blizzard 10

Wy7jWnemND519MBgnWZWjzHiQFPfbe0LuwrAJI73 qnIKe PHjg7QcpqODB TP7pTPY2mfEA76BePmhTaceDhi2ixky1oN62iwVKfhliJK0nTio3gpv6K sfaN2a9Gi8uOEK7DX4QD7S3F6A5o8Nhz6pFpVNR42 ZaPvXzbp3YA5kMKS2LmZZNsILH 7Uw

Na faixa dos $1000,00, esta é a melhor Fat Bike que tem.

Apresentando geometria de bicicleta de trilha combinada com pneus Maxxis FBF / FBR de 4,8 polegadas de alta qualidade, a shimano fornece os componentes do sistema de transmissão na forma de um câmbio Altus de nove marchas e câmbio traseiro

Specialized Fatboy

Esta é uma Fat Bike de preço intermediário, estando por volta dos $1.875,00, mas que contém todos os equipamentos certos.

Tudo começa com os pneus 27,5 x 3,8 Maxxis. O diâmetro maior – em comparação com as rodas de 26 polegadas – aumenta a velocidade de rolamento e a tração,

Recomendado:  Bicicleta Track TB 300 é boa? Avaliação Completa

Telluride

Trata-se de uma Fat bike para ciclistas que desejam pedalar em diferentes tipos de solos, mesmo que esteja molhado, seco, escorregadio etc, esta bike está preparada para tudo isso e muito mais.

Ela pode ser encontrada a partir de $2.041,00

Trek Farley 7

É a melhor Fat Bike quando se considera todas as estações do ano.

O diâmetro maior significa um rolamento mais suave e melhor tração, e como a tração é o ponto forte de uma Fat Bike, mais é sempre melhor.

O garfo de suspensão fornece tração e controle adicionais em superfícies duras.

O Farley 7 dá para o ciclista uma versatilidade para todas as estações, entregando controle em velocidades lentas em superfícies macias e em velocidades mais altas em trilhas de terra.

Pode ser encontrada a partir de $2.599,00

Salsa Mukluk

A Salsa Mukluk é uma das Fat Bikes mais populares do mercado. Com um quadro de alumínio e pneus de 4,8 polegadas, ela é capaz de enfrentar qualquer terreno. 

Vem equipada com um sistema de transmissão Shimano de 12 velocidades e freios a disco hidráulicos.

Kona

A Kona é uma das marcas mais respeitadas no mundo do ciclismo, e sua Fat Bike não decepciona.

Com um quadro de alumínio e pneus de 4,5 polegadas, ela é capaz de rolar sobre qualquer terreno. 

Vem equipada com um sistema de transmissão Shimano de 11 velocidades e freios a disco hidráulicos.

Giant Yukon 1

A Giant Yukon 1 é uma Fat Bike que oferece excelente custo-benefício.

Com um quadro de alumínio e pneus de 4,5 polegadas, ela é capaz de enfrentar qualquer terreno. 

A Yukon 1 vem equipada com um sistema de transmissão Shimano de 10 velocidades e freios a disco hidráulicos.

Pivot Les Fat

A Pivot Les Fat é uma Fat Bike de alta performance.

Com um quadro de carbono e pneus de 4,8 polegadas, ela é capaz de enfrentar qualquer terreno com facilidade. 

A Les Fat vem equipada com um sistema de transmissão SRAM GX Eagle de 12 velocidades e freios a disco hidráulicos.

Vantagens de Usar uma Fat Bike

Com sua estrutura robusta e pneus largos, são perfeitas para ciclistas que desejam aventurar-se em diversos tipos de terrenos, especialmente aqueles que outras bicicletas poderiam considerar desafiadores.

Conforto Superior

O grande volume de ar nos pneus atua como um amortecedor natural, proporcionando uma corrida suave mesmo em terrenos irregulares.

Tração e Estabilidade

Seja na areia solta ou trilhas lamacentas, a tração fornecida por estes pneus largos é incomparável, permitindo que os ciclistas conquistem terrenos que antes eram considerados intransitáveis.

Dicas para Manutenção

Assim como qualquer bicicleta, as Fat Bikes requerem manutenção regular.

Devido ao seu design único, há algumas considerações específicas:

Pressão dos Pneus

É crucial verificar regularmente a pressão dos pneus. Uma pressão inadequada pode afetar negativamente a performance e o desgaste dos pneus.

Limpeza

Devido à sua habilidade de enfrentar terrenos difíceis, é comum que acumulem mais sujeira.

Portanto, é essencial limpar regularmente para garantir que todas as peças funcionem corretamente.

Verificação de Componentes

Assegure-se de verificar todos os componentes, especialmente os freios e a corrente, para garantir que sua bicicleta esteja sempre em perfeitas condições

bVJLwsmtPWNOFtNB Ubzj5W6Jd1x18ayVpQum7tUtjdd6 AZSFgJAnJR4Ueuk8pDvu7JKdaNA3KIOgqLx xo4c9FsbCwT1NHkno5xBdmeXyFgaE1C I5MO0Gurg41wgvIQjS1ZJ4ooMPU GoaWWpTdl DpmJUW6g7m1tOEZ 1GpL5sHPbeIafGSjfcbqcw

Como escolher a melhor fat bike

Ao escolher uma Fat Bike, é importante levar em consideração algumas características importantes que influenciam diretamente no desempenho e na experiência do ciclista. 

Aqui, vamos abordar as principais características que você deve considerar ao escolher uma Fat Bike.

Quadro

O quadro é uma das partes mais importantes da bicicleta, pois é responsável por suportar todo o peso do ciclista e distribuí-lo de forma eficiente. 

Ao escolher uma Fat Bike, é importante prestar atenção no material do quadro. Os dois materiais mais comuns são o alumínio e a fibra de carbono. 

O alumínio é mais resistente e durável, enquanto a fibra de carbono é mais leve e oferece maior absorção de impactos.

Pneus

Os pneus são outra parte importante da Fat Bike, pois são responsáveis por proporcionar tração e estabilidade em terrenos difíceis. 

Os pneus das Fat Bikes são mais largos do que os das bicicletas convencionais, geralmente com largura entre 3.0 e 4.5 polegadas. 

Recomendado:  Conheça as 10 Bicicletas Mais Caras do Mundo

É importante considerar se os pneus são tubeless, o que reduz o risco de furos e aumenta a tração.

Suspensão

A suspensão é responsável por absorver os impactos do terreno, proporcionando maior conforto e estabilidade ao ciclista. 

Existem dois tipos de suspensão: a suspensão dianteira, que é mais comum em Fat Bikes, e a suspensão full, que oferece maior absorção de impactos. 

É importante considerar qual tipo de suspensão é mais adequado para o seu estilo de pedalada e o tipo de terreno que você pretende percorrer.

Freios a Disco

Os freios a disco são uma característica importante em qualquer bicicleta, mas são ainda mais importantes em uma Fat Bike, que é projetada para percorrer terrenos mais difíceis e desafiadores. 

Os freios a disco hidráulicos são mais eficientes e oferecem maior controle e precisão na frenagem. É importante considerar a qualidade dos freios a disco ao escolher uma Fat Bike.

Em resumo, ao escolher uma Fat Bike, é importante levar em consideração características como o quadro, os pneus, a suspensão e os freios a disco. 

Escolher a Fat Bike certa pode fazer toda a diferença na sua experiência de pedalada e permitir que você explore novos terrenos com segurança e conforto.

Características de Condução

É importante conhecer as características de condução que tornam essa bicicleta única. 

Aqui estão algumas das principais características que você deve considerar ao escolher sua fat bike.

Estabilidade

As fat bikes são conhecidas por sua estabilidade, graças aos seus pneus largos e baixa pressão. 

Isso permite que a bicicleta flutue sobre a superfície, proporcionando uma sensação de estabilidade e controle. 

A geometria da bicicleta é projetada para manter o centro de gravidade baixo, o que ajuda a manter a estabilidade em terrenos difíceis.

Tração

Os pneus largos e de baixa pressão das fat bikes proporcionam uma tração incrível em terrenos difíceis. 

Isso significa que você pode subir colinas íngremes e descer trilhas com confiança, independentemente do terreno. 

Muitas fat bikes vêm com pneus com cravos, que proporcionam ainda mais tração em superfícies soltas e lamacentas.

Versatilidade

A versatilidade é uma das principais vantagens das fat bikes. Com seus pneus largos e baixa pressão, essas bicicletas são capazes de enfrentar praticamente qualquer tipo de terreno. 

Você pode andar na neve, na areia, nas trilhas com muitos obstáculos e até mesmo nas rochas. 

Muitas fat bikes vêm com uma suspensão dianteira para ajudar a absorver impactos e tornar a condução mais suave.

Conclusão

As Fat Bikes são uma maravilhosa adição ao mundo das bicicletas, oferecendo uma combinação única de versatilidade, conforto e tração.

Seja você um ciclista ávido buscando novos desafios ou alguém que apenas quer uma pedalada mais confortável, uma Fat Bike pode ser a escolha perfeita.

Conhecer sua história, características e vantagens pode ajudar na decisão de adquirir uma e desfrutar de todos os benefícios que ela tem a oferecer.

Agora que você conhece os melhores modelos de fat bike, é importante considerar alguns aspectos antes de escolher o seu.

Em primeiro lugar, é fundamental avaliar o tipo de terreno em que você pretende pedalar. 

Se você mora em uma região com neve ou areia, por exemplo, é importante optar por um modelo com pneus mais largos e aderentes, como o Trek Farley 5 ou o Canyon Dude. 

Já se você pretende encarar trilhas com muitos obstáculos, um modelo com suspensão dianteira, como o Trek Farley 9.6, pode ser mais indicado.

Outro ponto a ser considerado é o tipo de pedalada que você prefere. Se você gosta de aventuras mais radicais e extremas, pode ser interessante investir em um modelo mais resistente e com componentes de alta qualidade, como o Salsa Beargrease Carbon X01 Eagle ou o Otso Voytek. 

Já se você prefere pedalar com mais conforto e praticidade, um modelo elétrico como o Mukluk Deore pode ser a escolha ideal.

Por fim, é importante considerar o preço e a relação custo-benefício do modelo escolhido. 

Em resumo, escolher a fat bike ideal para você depende de diversos fatores, como o tipo de terreno, o estilo de pedalada e a qualidade dos componentes. 

Avalie com cuidado as opções disponíveis no mercado e escolha aquela que melhor se adequa às suas necessidades e preferências.

Veja também

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Mais Populares